heróis

Quero ser Markowitz!

A coisa mais difícil na hora de investir é saber onde investir.

Renda Fixa? Ações? Fundos? Tesouro?

“Invisto em Ambev por que todo mundo bebe cerveja ou Google por que, enfim, o Google vai dominar o mundo?”

“E quanto coloco de dinheiro em cada um?”

“Preciso pensar no longo prazo, pois quero me aposentar bem, mas também tenho sonhos de curto prazo, como aquela viagem foda que quero fazer.”

São muitas opções e decisões importantes e para completar, o mundo de investimentos não é nada amigável.

Então você pensa que sua salvação é chamar algum profissional de investimentos. Certo? Nem tanto. A grande maioria deles até sabe falar difícil, mas não sabe nem por onde começar a construção de um portfólio inteligente e, pior, muitas vezes estão cheio de conflitos de interesse, indicando produtos nos quais eles ganham mais comissão.

“Ok…e agora? Quem poderá me defender?”

Desta vez, não será o Chapolin o herói dessa enrascada. Serão vários heróis e o nome do primeiro é Markowitz! Aliás, para ser mais exato, Harry Max Markowitz, que, sem uniforme vermelho, mas nascido em Chicago (a verdadeira cidade do Batman), criou, em 1952, a Teoria Moderna de Portfólios.

Quero ser Markowitz!

cartaz filme quero ser john malkovich

Fonte: Divulgação

 

A teoria estabelece que o risco e o retorno de um investimento são variáveis que devem ser levadas em consideração juntas e por isso a missão é encontrar a chamada “fronteira eficiente”, na qual é possível receber o melhor retorno com o menor risco.

Mas essa Teoria precisava ser aperfeiçoada e por isso em 1990 outros dois heróis surgiram, Fischer Black e Robert Litterman. O modelo Black-Litterman permite gerar estimativas de retornos futuros e, analisando a forma como investidores de todo o mundo se comportam, cria um modelo global de alocação de ativos.

E eis que surge o nosso último herói, o Warren! 😛

Nascido em NY (cidade do Homem-Aranha), mas com DNA brasileiro, o Warren precisava
aprimorar ambas as teorias e torná-las mais eficientes em território brasileiro, na qual as variáveis de juro, inflação e volatilidade dos produtos são diferentes. Para isso construiu sua arma infalível, o Warren PBO (Portfolio Builder and Optimizator). Sim, o nome é meio nerd e pomposo, mas foram 2 anos de desenvolvimento, envolvendo a equipe de engenheiros do Warren e a equipe de gestão, que conta com um dos maiores especialistas do Brasil em Portfólios, PhD em Economia e ex-professor da University of Utah.

Usando inputs importantes do mercado brasileiro, a ferramenta otimiza a construção dos portfólios, encontrando os produtos que terão o melhor desempenho com o menor risco, levando em conta o prazo dos objetivos e definindo os pesos de cada um deles nos portfólios de investimento.

A “Liga da Justiça”, então, se formou! Se ela nao serve para os quadrinhos, podemos garantir que deve ajudar você nos seus investimentos. 🙂

fale com warren