bonecos de natal

Fazendo do limão um panetone!

Prezado Papai Noel,

Como o senhor está, tudo bem?
Muito frio por aí?
Aqui no Brasil tá quente demais!

Não só no clima, o país tá pegando fogo, principalmente na política, mas não vamos falar disso. Queríamos contar sobre o nosso 2016 que foi, no mínimo, desafiador.

Enfrentamos muitas batalhas e tivemos que convencer muita gente do caminho que queríamos trilhar. Vivemos um momento em que a tecnologia e a inovação estão desafiando o modelo tradicional. Enfrentamos isso de peito aberto.

O tradicional são instituições gigantes, complexas, cheias de conflitos de interesse e de processos manuais e ineficientes. Nós não queremos isso. Queremos uma solução que resolva a nossa vida de investimentos, a vida dos nossos amigos e de todos que gostem do Warren. Por isso construímos uma proposta transparente, 100% alinhada e focamos em automatizar nossa estrutura operacional para, justamente, ganhar eficiência e poder cobrar menos.

Mas, Papai Noel, foram muitas batalhas.

O ano iniciou com uma nova instrução da CVM. Imediatamente começamos nosso processo de credenciamento já seguindo as novas regras. Esse processo foi difícil, mas não só passamos por ele, como acabamos virando case para empresas futuras.

Em paralelo, a equipe estava sendo construída e essa, sem dúvida, foi uma das melhores partes. Como tem gente talentosa e doida pra entrar em um projeto bacana! Conseguimos achar uma turma muito foda, que tem a atitude e que acredita no sonho de construir o Warren.

Encontrar o parceiro ideal, passando por todas as etapas de testes de plataformas e KYP (know your partner) também foi uma missão complexa. Somos uma gestora e administradora de recursos e precisávamos de um custodiante com experiência e solidez. Afinal, ter segurança é tão importante quanto oferecer portfólios inteligentes e uma experiência fantástica.

Tivemos que enfrentar também uma possível mudança de nome. O Warren nasceu nos EUA, um nome bem comum por lá. E quando chegamos aqui, surgiu a dúvida se o nome “vingaria”. Para acabar com essa dúvida organizamos um focus group em São Paulo e outro em Porto Alegre. Foram momentos de apreensão, mas o nome Warren venceu!

O processo de construção do Warren foi bem tenso, mas muito divertido. Foram centenas de litros de café e de pedidos de pizza na madrugada. Entrevistamos quase 500 pessoas (entre presenciais e online) para construir as plataformas de web e mobile, sem contar toda a parte interna de CRM e Intranet.

O ano de 2016 estava encerrando e uma surpresa surgiu. Não sei se vinda do senhor ou de algum ajudante próximo. Mas recebemos nossa liberação! Faremos um pré-lançamento bem no dia que o senhor mais trabalha!

Dia 25/12 vamos aceitar a abertura de conta dos betas que tanto nos ajudaram.

Não sabemos se agradecemos, Papai Noel, ou se choramos, pois (não se ofenda) há quem diga que, exceto um brinquedo mirabolante ou um filme estrelado pelo senhor, nada deve ser lançado nessa data.

Mas preferimos olhar o lado positivo e tornar esse limão um panetone.

Então, como nao agradecer por tudo, Papai Noel?

PS1.: Pode nos dar um 2017 cheio de pessoas que gostem da nossa proposta?
PS2.: Onde o senhor anda deixando seus investimentos? Poupança? Dá um Oi para o Warren!

fale com warren

(Photo By Jeffrey Wegrzyn)